8/20/2010

1943: Milani, o artilheiro apaixonado do Corinthians

Graças à namorada, Mário Milani cravou o nome na História do clube
Milani foi o artilheiro do Campeonato Paulista em 1942 e 1943 (Foto: Arquivo)

Milani foi o artilheiro do Campeonato Paulista em 1942 e 1943

Quando o amor fala mais alto... A História de Mário Milani no Corinthians teve início em 1941. Apesar de ser um dos principais jogadores do Fluminense no fim dos anos 30, o atacante deixou o Rio de Janeiro por conta da saudade que sentia da namorada Maria Ribeiro.

Natural de Jundiaí, interior paulista, Mário começou a carreira no Estrela de Ouro, clube amador da região. Após rodar por alguns clubes jundiaienses, mudou-se para a capital e profissionalizou-se no São Paulo.
Mas quis o destino que ele fosse se tornar ídolo do Timão, o clube do coração. Diante da Portuguesa Santista, em 4 de maio de 1941, no Parque São Jorge, ele estreou com o pé direito: dois gols na vitória alvinegra por 2 a 0.

– Na saída do jogo, ouvi vários torcedores dizendo: “Esse Milani é pequeno, mas parece um lambari, muito experto” – lembrou Tico Milani, irmão do ex-corintiano.

Ao lado de Teleco e Servílio, Mário sagrou-se campeão paulista de 1941. Em 1943, um ano especial na vida dele: além da artilharia do Campeonato Paulista (20 gols), enfim, casou-se com a amada Maria Ribeiro.
Apesar da falta de títulos, a passagem de Milani pelo Corinthians também foi marcada por histórias curiosas. Cansado do trem que ligava São Paulo-Jundiaí, onde morava, tirou a licença para pilotar aviões. Foram várias as vezes em que ele pilotou um dos aviões Paulistinha do Aeroclube de Jundiaí até o Campo de Marte, em São Paulo. De lá, pegava outra condução para ir treinar.

Dentro de campo, o atacante proporcionou um momento especial no duelo com o arquirrival Palmeiras. Para os torcedores da época, uma verdadeira prova de amor à camisa.

– Em 1945, o Mário estava para fechar com o Palmeiras. E o pior, os torcedores ficaram sabendo disso. Na partida contra o Palmeiras (2/9), a torcida começou a xingá-lo de “vendido”. No segundo tempo, ele, nervoso, pegou uma bola no meio de campo e driblou todo mundo. Fez o gol da vitória (2 a 1) – recordou o irmão.

Milani encerrou a passagem dele pelo Corinthians em 1948, com 129 jogos e 100 gols. Após anos sofrendo do mal de Alzheimer, faleceu em 2003.

Bate-Bola
Tico Milani - irmão de Mário Milani


LANCENET: Seu irmão tem a brilhante marca de 129 jogos e 100 gols pelo Corinthians. Qual a sua análise sobre a marca?
Tico Milani: Ele foi uma coisa louca, jogava muita bola. Sou um eterno fã dele. No Corinthians, ele jogou de ponta, de meia, nas duas pontas e no ataque. Ele era muito versátil, era espetacular.


LNET!: Você se recorda de alguma história curiosa dele?
TM: O Leônidas da Silva (craque do São Paulo) era banco do meu irmão na seleção paulista. Apesar disso, ele sempre admitiu que o Leônidas era muito mais jogador do que ele (risos).

Curiosidades de 1943
2 de fevereiro
Tropas da Alemanha Nazista deixam o território russo, dando fim à famosa Batalha de Stalingrado.

15 de março
Getúlio Vargas, presidente do Brasil, aprova o envio de tropas brasileiras na Segunda Guerra Mundial, que ficariam conhecidos posteriormente como pracinhas.

19 de julho
A cidade de Roma, capital da Itália, é bombardeada pela primeira vez na Segunda Guerra Mundial, pelo eixo dos países aliados.

23 de setembro
Logo após ser libertado da prisão, Benito Mussolini anuncia a constituição da República Social Italiana, conhecida como Estado Fascista.

Nenhum comentário:

Marcadores

a sua torcida faz isso (9) artilheiro (3) atlético-mg (4) atlético-pr (3) avaí (3) bahia (3) baltazar (1) basílio (2) baú do Corinthians (21) bola cheia (44) bola murcha (44) botafogo (5) brasileirão (10) brasileirão 2011 (38) campeão (21) casagrande (1) centenário (101) cinquentenário (1) Cláudio (2) copa do brasil (4) corinthians (111) corintiano (9) coritiba (3) cruzeiro (3) democracia (2) deus da raça (2) dida (1) dinei (1) divino (1) doutor da fiel (2) dualib (3) edílson (1) embaixadinhas (1) especial ídolos (19) eterno 7 a 1 (3) fatos marcantes (10) Fazendinha (2) ficha técnica (79) flamengo (5) fluminense (3) fundação (3) gamarra (1) garrincha (1) Gaviões da Fiel (7) gilmar (1) goleada (4) gols (3) grêmio (3) grená (1) herói de 77 (1) história (1) idário (2) ídolo (37) internacional (4) invasão (3) jejum (2) libertadores (6) Luizinho (2) luxemburgo (1) maior artilheiro (1) maracanã (2) maradona (1) marcelinho carioca (5) marcelo djian (1) melhor (2) meninos do parque (1) mosqueteiro (1) msi (3) mundial (3) muralha (1) muralha da fiel (1) Neco (4) nelsinho (1) neto (3) oscar (1) oswaldo brandão (1) oswaldo de oliveira (2) palestra itália (3) palhinha (1) palinha (1) palmeiras (8) pareira (1) parque são jorge (1) paulista (3) paulistão (6) paulo borges (1) pelé (3) pequeno polegar (1) ponte grande (1) ponte preta (4) portuguesa (2) presidente (4) rato (1) rebaixamento (2) recordista de jogos (2) recorte (3) república popular do corinthians (1) ricardinho (1) rincón (1) rival (2) rivellino (4) ronaldo (2) ronaldo fenomeno (1) ruço (1) santos (11) são paulo (10) seleção brasileira (4) servilio (1) sócrates (3) tabu (3) taça do mundo (1) teleco (3) tevez (1) tiao (1) timão (4) títulos (2) torcida (12) Torino (2) torneio (2) túlio (1) tupãzinho (1) uniforme (2) vaguinho (1) vasco (6) vicente matheus (2) vila belmiro (1) wladimir (3) xodó da fiel (1) zé maria (1) zenon (1) zuando os adversários (1)

Arquivo